11 Nov 2016 2084
Paul Bernhardt {Photographer & Writer} www.paulbernhardtphoto.com
#algarve #in-events #portobayevents #vinho

8 factos sobre o vinho do Algarve

Sabia que as primeiras vinhas do Algarve foram plantadas por volta de 2000 a.C? E que o Algarve tem um solo excelente para o cultivo de vinhas? Paul Bernhardt esteve na PortoBay Algarve Wine Week e tem muito para lhe contar sobre o vinho da região . .. 

1. Origem do vinho do Algarve

A viticultura existe na Península Ibérica há milhares de anos. Os Tartessos, civilização antiga sediada em Tartesso, actual Andaluzia, foram os primeiros a plantar vinhas no Algarve, por volta de 2000 a.C. Mais tarde, os Fenícios trouxeram com eles variedades de uva e técnicas de fazer vinho. Também os Gregos cultivaram vinhas e promoveram o avanço da viticultura em Portugal, tal  como, os Romanos.

2. Aprovação Real

No século XIII dois reis portugueses reconheceram a popularidade do vinho algarvio quando foi mencionado na carta de Tavira, assinada em 1266 por D. Afonso III, e na carta de 1286 de Porches, que tinha o selo de D. Dinis. Durante a época dos Descobrimentos, no século XV, a produção de vinho desenvolveu-se no Algarve. O vinho era exportado pelas caravelas que partiam de Sagres e Lagos rumo a terras distantes e desconhecidas.


3. Terroir

Com a sua excepcional localização virada para sul, clima ensolarado e solo de argila arenosa e xisto, o Algarve tem um excelente Terroir para o cultivo de videiras. Por outras palavras, a região tem as condições adequadas para a produção de vinho. Abrigada dos ventos frios do norte pelas cordilheiras do Espinhaço de Cão, Caldeirão e Monchique, a maioria das influências climáticas vem do sul, incluindo ventos quentes que limitam as chuvas e aceleram a maturação à medida que a colheita se aproxima. A sua proximidade com o oceano também torna o Algarve ideal para cultivar vinhas de qualidade superior.

4. Demarcação

O Algarve é região vinícola demarcada desde 1980 e actualmente inclui as Denominações de Origem Controlada de Lagos, Portimão, Lagoa e Tavira, onde cada área tira partido do seu terroir característico. Além disso, o Vinho Regional do Algarve é produzido em toda a região.

5. Variedades de Uvas

As vinhas do Algarve crescem ao longo do litoral, desde Lagos, a oeste, até Tavira a leste, produzindo uma fascinante variedade de uvas tintas e brancas. As uvas mais cultivadas são as vermelhas: Negra Mole, Castelão. Branco: Síria, Malvasia Fina e Manteúdo. As castas tintas, certificadas internacionalmente e outras variedades de uva vermelha portuguesa cultivadas em toda a região, também incluem: Alicante-Bouschet, Aragonez, Baga, Crato Preto, Cabernet-Sauvignon, Merlot, Syrah, Trincadeira, Petit Verdot e Touriga Nacional. Os brancos são: Arinto, Crato Branco, Chardonnay, Fernão Pires, Malvasia Rei, Moscatel Graúdo, Perrum, Rabo-de-Ovelha e Sauvignon.

6. Única – Adega Cooperativa do Algarve

Fundada em 1946, a cooperativa do Algarve, com sede em Lagoa, foi a primeira a abrir na região e é uma das mais antigas de Portugal. A adega, aberta ao público e onde são oferecidas provas de vinhos, é também sede da Comissão Vitivinícola do Algarve. Lagoa foi nomeada "Cidade do Vinho 2016", prestigiado galardão da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho.

Morada: Adega Cooperativa do Algarve, Estrada Nacional 125, Lagoa. Tel: 282 342 181. Provas de vinho sujeitas a reserva prévia.

 

7. Rota dos Vinhos do Algarve

Se há uma iniciativa que coloca a região no mapa do vinho de Portugal - e capturou a atenção de turistas e conhecedores - é a Rota dos Vinhos do Algarve.

A Rota dos Vinhos do Algarve apresenta quatro itinerários temáticos separados, concebidos para mostrar propriedades vitivinícolas e pontos de interesse em todo o Algarve ocidental e central. A Rota Gil Eanes é focada em Lagos, a Rota do Arade destaca Portimão, a Rota dos Mouros acontece em Silves, enquanto a Rota do Cliff, em homenagem ao cantor britânico Sir Cliff Richard, está centrada em Albufeira. Um site pormenorizado revela as propriedades de vinho da região e os produtores, e fornece informações de passeios e degustações. Opções de alojamento e restaurantes selecionados também estão listados.

 



8. Guia de vinhos do Algarve

Uma das melhores apresentações aos vinhos do Algarve é o excelente guia publicado em inglês e português pela Região de Turismo do Algarve(RTA). Compilado com o apoio do respeitado enólogo e sommelier Hermínio Fernandes Rebelo e de todos os produtores de vinhos da região, o brochura a cores de 208 páginas pode ser consultada no site da RTA. Está também disponível em algumas direcções regionais de turismo.

O futuro dos vinhos do Algarve

Eventos como a PortoBay Wine Week continuam a elevar o perfil da região. Feiras nacionais e internacionais de vinhos, como o Lagoa Wine Show, a feira internacional de Turismo BTL, em Lisboa, e o World Travel Market, em Londres, promovem ainda mais o vinho do Algarve. Entretanto, a vontade da bem estabelecida adega Barranco Longo em criar um centro para visitantes e sala de degustação é aguardada ansiosamente. Da mesma forma, a Quinta da Tôr vai incluir uma opção de alojamento dentro da sua propriedade para oferecer um produto de turismo de vinho em grande escala. Na verdade, a indústria está em alta e, desfrutar de um copo ou dois de vinho produzido localmente é agora uma parte essencial da experiência do Algarve.


Notas sobre a PortoBay Algarve Wine Week

A PortoBay Algarve Wine Week juntou vários produtores de vinho do Algarve e hóspedes numa série de workshops, palestras, passeios e degustações que, mostraram os melhores vinhos das região. O hotel PortoBay Falésia, em Olhos de Água, perto de Albufeira, acolheu o evento anual na última semana de outubro.

Os hóspedes do hotel foram presenteados com noites animadas de vinho e tapas, visitas a adegas e jipe safaris emocionantes pelo bonito Algarve interior. O programa também contou com um fabuloso jantar de vinhos, que combinou um menu de cinco pratos típicos do Algarve com vinhos regionais selecionados pelo "Mestre de Vinho” Paulo Sousa.

As adegas do Algarve convidadas foram: Quinta do Barradas, Quinta dos Vales, Adega do Cantor, Morgado da Torre, Herdade dos Pimenteis, Quinta da Tôr, Quinta da Penina, Paxá Wines, Quinta do Barranco Longo e Convento do Paraíso. Também estava representada uma adega Alentejana, a Herdade de S. Miguel.

Junte-se a nós no próximo ano !! Estaremos à sua espera de 1 a 5 de Novembro . ..

Gostar Partilhar Subscrever